Não deixar em branco


Instalação Artística para a Noite Branca Braga

Colaboração com Betânia Ribeiro e Tomé Capa

Braga, 2015

Passando o Arco da Porta Nova, local de entrada na cidade por excelência, convida-se os participantes na Noite Branca a visitar a instalação criada, localizada no Largo da Praça Velha, que retrata através de ilustrações originais em tecidos de grande formato, pendurados em cordas e organizados na forma de ruas labirínticas, a cidade na perspectiva do património que aguarda uma utilização contemporânea.

Tendo em vista a salvaguarda e valorização do património local e as políticas de reabilitação urbana, procura-se criar uma experiência que seja desfrutada pelo visitante, que se quer única, memorável e individualizada, convidando-o a relacionar-se e a identificar-se com a cidade. Em suma, pretende-se criar experiências estéticas imersivas para os visitantes da Noite Branca.

O património ‘em espera’ – tal como lençóis num estendal - representado nos grandes panos brancos pendurados, pode simbolizar o eterno hiato em que se encontra, pois, após séculos de perseverança, continua a apelar ao passado, subsistindo hoje e perpetuando-se no futuro, se soubermos conservá-lo. O cidadão é, portanto, convidado a apropriar-se do património que está à espera para ser utilizado. 








 © 2020 António Pedro Faria. Todos os direitos reservados |  website design: Miguel Santos